I CAN CRAFT AND BLOG!

Tenho feito as pesquisas à minha maneira, para perceber como funciona um blog craft. Lentamente fui descobrindo denominadores comuns que passo a enunciar:                                                                                                                                                                                                                                       

Primeiro: quase todas as bloggers têm crianças. 

Eu também tenho. Ah!

Segundo: quase todas as bloggers têm animais domésticos de preferência cães ou gatos. Tendo gatos estes deverão ser repetidamente fotografados. Os cães são tratados com um pouco mais de dignidade.

Eu tenho o cão.

Os gatos vivem livremente no jardim, reproduzindo-se como Deus manda. O meu cão chama-se Maria e tem o poder de detectar a tristeza. Senta-se quieta ao lado de quem chora e não sai de lá. Nenhum blog craft fala de um cão assim. Ah!

Um ponto para mim!

Terceiro: todas as bloggers mostram fotos de cozinhados, apresentados em pratos bonitos quase sempre vintage. A expressão vintage deve ser largamente usada. em especial quando se designa algo que ha 5 anos atras não chegaria sequer à classificação kitsh mas que por capricho dos tempos voltou a ser moda: da louça ao papel de parede, das colchas de tricot ao linóleo.

Voltando à comida; Regra geral confort food ou sobremesas. Fotografam-se mesmo que saiam mal. Nesse caso faz-se um pequeno texto em que o sabor é enaltecido em detrimento da apresentação.

Eu também sei fazer isso! Ah!

Quarto: Todas as bloggers têm opiniões bem definidas sobre isto ou aquilo e expressam-nas de quando em quando! Do ambiente ao parenting. Não se fala muito de politica. Algumas transformam-se em verdadeiras opinion makers e o fenomeno internetico permite que certas discussões assumam uma dimensão verdadeiramente internacional. Posso tentar fazer isso, mas dá-se-me a própria da preguiça…! Neste ponto nada de promessas…

Quinto: As bloggers de sucesso publicam livros ou participam neles e são entrevistadas em media variados. Hummm… Este é mais dificil! Só mesmo com publicações de autor ou se falar com o jornal cá da terra porque tenho um primo que tem um vizinho que tem um cunhado…

Sexto: Participam em feiras ou eventos craft e conhecem-se umas ás outras e depois ficam amigas. Ah!! Gostava disso! Nunca me dei bem com mulheres e as minhas amigas ultimamente deixam muito a desejar… E a mim parece-me que seria muito divertido eu ir a uma feira com as minhas coisinhas, passar lá o dia com os pés gelados e regressar a casa sem nada vendido mas com imensos números de telefone. A sério!

Sétimo: Todas trocam correspondência e vão mostrando o que recebem! Não ha problema, ADORO prendas! Vivo é longe da estação dos correios…

Oitavo: Muitas viajam e vão mostrando por onde passam. Muita foto de comida, lojas de tecidos e afins e os nativos a fazer coisas de nativos!

Isso faço eu com um pé atras das costas (isso do pé é uma pura metáfora porque o excesso de peso não me permite grandes aventuras)!

Nono: Vão mostrando as experiências manuais sem pudores; erros, tentativas, fracassos, sucessos… Sendo encorajadas através de comentários pelas amigas (algumas das que conheceram nas feiras!), e pelas leitoras que vão coleccionando. Os comentários são regra geral encorajadores e simpáticos dando oportunidade para troca de experiências. Eu cá acho esta parte muito simpática e construtiva! Na verdade é a parte mais simpática desta coisa dos blogs craft. Também consigo fazer isso!!!

Décimo: As bloggers craft nutrem um gosto por sapatos e fotografam-nos quando os compram ou colocam links para aqueles de que gostam ou juntam-nos ás suas wish lists.

Olhem só os meus movos Birkies! E poderia eu recusar a oportunidade de exibir a pequena Imelda que há dentro de mim? Nunca!

E em forma de conclusão: Em suma, penso reunir, de facto, os ingredientes para um blog craft! a partir de hoje irão então encontrar aqui, fotos do meu cão, da minha filha, da minha correspondência, dos meus momentos culinários, de cantos da minha casa, de coisas que vou fazendo, de livros que vou lendo, de sapatos que vou comprando, de locais que vou visitando… Ahhhhhhh! Eu acho que vou gostar muito disto!

Mas em caso de tédio, insisto, vão até ao BLOGUI!

19 thoughts on “I CAN CRAFT AND BLOG!

  1. Posso copiar? Posso,posso?

    O motivo de eu não ter um blog craft está explicado aqui, por ti e agora: tenho gato, cão e peixes. O gato é avesso a fotos, vira-me sempre o rabo e o cão é grande de mais para o deitar na cama/tapete/craft qualquer, comilão de mais para o deixar aproximar de bolo/comida avulsa. Restam os peixes mas esses não são vintage, são mais kitsch e molengões.

  2. carla… que bom ver-te crafty! o calendario esta lindo, lindo! adorei o texto, hilariante! vou ja por este blog na categoria craft la no bloglines (o outro esta numa categoria mais ecletica!)

    jinhos

  3. há um detalhe, que,
    ou não reparou,
    ou se esqueceu.
    Um bom blogger sabe que para publicitar o seu trabalho, deve investigar o quanto mais não puder blogs afins de craft, e deixar lá qualquer comentário,
    seja ele o que for, (não importa),
    de preferencia num blog que tenha uma assistencia elevada, ( o que se irá repercutir em maior divulgação),
    quanto mais comentários deixar no maior numero possivel de blogs, mais divulgação terá do seu proprio blog,
    é só colocar um contador para poder medir e averiguar essa crescente taxa de divulgação.
    Se conseguir fazer uma boa amizade com alguem que tenha um blog conhecido, melhor!
    nesse caso o mais provavel é se sejam arranjados armugentos, por vezes sem qualquer argumentação, e pretextos para linkar qualquer ideia, foto, ou seja la o que for ao blog amigo…nesse caso o contador indicará um efectivo aumento de visitas ao blog.
    Não importa a qualidade do seu trabalho, pode ter a certeza de que quanto mais divulgado estiver, maior é a probabilidade de vender alguma coisa a um desconhecido online!
    Já agora,
    Vim cá ter porque havia um link para o seu blog, num blog de alguem que gostou de a conhecer, e que a anunciou num post,
    caso contrario jamais a teria conhecido.
    mas ainda bem que assim foi, pois gostei deveras da sua visão, despida, do crafter blogging.
    Eu caí nisto por casualidade, …

    nao desgosto,
    mas tenho que confessar, que por vezes tanto do mesmo cansa.🙂
    ana

  4. amei!
    … vou continuar tentando, apesar de não ter gatos!
    …tenho a Bia, uma vira lata muito fofinha, e o Valente, um peixe tricogaster solitário que insiste em pular do aqúário, e não morre…
    … ainda estou sem uma camera decente pra fotografar artesanato, erro, acerto ou comida, e isso me desanima bastante…
    …não entendi como participar daqueles esquemas de trocas…
    enfim, tenho muito o que aprender por aqui.
    ADOREI O SEU POST!

  5. amei!
    … vou continuar tentando, apesar de não ter gatos!
    …tenho a Bia, uma vira lata muito fofinha, e o Valente, um peixe tricogaster solitário que insiste em pular do aqúário, e não morre…
    … ainda estou sem uma camera decente pra fotografar artesanato, erro, acerto ou comida, e isso me desanima bastante…
    há um detalhe, que,
    ou não reparou,
    ou se esqueceu.
    Um bom blogger sabe que para publicitar o seu trabalho, deve investigar o quanto mais não puder blogs afins de craft, e deixar lá qualquer comentário,
    seja ele o que for, (não importa),
    de preferencianum blog que tenha uma assistencia elevada, ( o que se irá repercutir em maior divulgação),
    quanto mais comentários deixar no maior numero possivel de blogs, mais divulgação terá do seu proprio blog,
    é só colocar um contador para poder medir e averiguar essa crescente taxa de divulgação.
    Se conseguir fazer uma boa amizade com alguem que tenha um blog conhecido, melhor!
    nesse caso o mais provavel é se sejam arranjados armugentos, por vezes sem qualquer argumentação, e pretextos para linkar qualquer ideia, foto, ou seja la o que for ao blog amigo…nesse caso o contador indicará um efectivo aumento de visitas ao blog.
    Não importa a qualidade do seu trabalho, pode ter a certeza de que quanto mais divulgado estiver, maior é a probabilidade de vender alguma coisa a um desconhecido online!
    Já agora,
    Vim cá ter porque havia um link para o seu blog, num blog de alguem que gostou de a conhecer, e que a anunciou num post,
    caso contrario jamais a teria conhecido.
    mas ainda bem que assim foi, pois gostei deveras da sua visão, despida, do crafter blogging.
    Eu caí nisto por casualidade, …

    nao desgosto,
    mas tenho que confessar, que por vezes tanto do mesmo cansa.

    …não entendi como participar daqueles esquemas de trocas…
    enfim, tenho muito o que aprender por aqui.
    ADOREI O SEU POST!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s