De ursos e botijas e ursos e botijas

 

A feitura dos ursos é um processo doloroso.

Este processo autodidacta obriga-me a passar pela construção dos modelos tradicionais. E eu que nunca fui uma amante da pelucia, reajo-lhe com algum pudor. sinto também o desejo de combinar as diferentes componentes dos diferentes modelos. Mas sinto também que o não posso fazer enquanto não tiver experimentado uma boa dose de modelos diferentes.

Os materiais representam outro problema. Os pelos e pelinhos apesar da tortura de os cortar (durante o corte os pelinhos tendem a penetrar todos os orificios que compôem o corpo de quem esteja presente na mesma sala), são materiais fáceis que não deixam ver imperfeições, mas que me desagradam por serem tão tradicionais. São apesar de tudo os que têm recebido maior feedback, mas não consigo imaginar-me a fazê-los, porque o caminho seguinte seria começar a fazer-lhes roupinhas… camisolas, saias de folhos, casaquinhos de fazenda, corações na mão para o dia de S.Valentim…

Vai ser portanto um processo de aprendizagem semi-longo, até chegar a um modelo e a um material que os identifique como meus. Seguido, como é lógico, de um periodo eterno de glória…

As botijas naturais têm tido um grande sucesso e para isso tem contado o generoso patrocinio de S.Pedro a quem desde já agradeço a colaboração. São feitas de cereais e flores e servem os propósitos mais variados; por aqui usamo-las essencialmente para nos aquecermos. 4 minutos no micro-ondas e deitar na cama gelada muito abraçados a ela. A Gui tem uma em versão gingerbread man, mas mesmo assim não prescinde do rectângulo. Vão arrefecendo lentamente sendo por isso mais saudáveis e seguras do que as tradicionais botijas de água.

Tal como os ursos, também as botijas estão em mudança. As primeiras eram rectângulos em tecido, apesar dos tecidos serem especiais – eram modelos muito simples. Estas ultimas são um pouco mais elaboradas porque brinquei com os tecidos. As próximas serão por certo simplesmente brilhantes!:-) Cada botija custa apenas 10€ mais portes de envio.

2 thoughts on “De ursos e botijas e ursos e botijas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s